posts recentes

O PLANTEL MAIS CARO DE PO...

UMA FOTO DAS FÉRIAS

HISTÓRIA DE UM LETREIRO

CARANGUEJOS PORTUGUESES.....

Aprendam...

" SER FELIZ OU TER RAZÃO ...

INVESTIR NO ALZHEIMER?

A VIDA É CURTA

COMO EXPLICAR SEM OFENDER...

A IDADE NÃO PERDOA

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2009

Maio 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

ÚLTIMO DIA

(escrito no passado domingo)

Hoje, domingo, não deveria estar aqui a escrever.

Não é costume e a família merece-me respeito.

 

Mas…

 

Amanhã é o último dia do ano.

 

Amanhã, para mim, é o último dia de uma etapa.

 

Amanhã é o último dia que vou trabalhar na

Empresa onde permaneci os últimos 12 anos.

 

Não foi bem assim, foram 10 numa e 2 nesta,

que absorveu a primeira.

 

E aí é que tudo se precipitou.

 

Malditas fusões….especialmente para quem é

“fundido”.

 

Culturas diferentes, diferenças salariais, invejas…

 

Acabo por sair bem. Conforme eu queria.

Da minha parte é uma pequena vingança.

Vão ficar-me a pagar mensalmente até eu morrer,

sem ter que trabalhar.

 

Mas para a idade da reforma ainda me faltam

muitos, mas mesmo muitos anos. Porra, ou sou eu

que deixei de ter a noção da razoabilidade ou então

algumas Empresas estão entregues a gestores que

deram matéria que eu não aprendi e nem me reciclei.

 

Falta um dia para terminar o meu ciclo na Banca.

A partir de amanhã poderei dizer que fui bancário.

Mas, há mais vida para além da banca.

Novos desafios me esperam. É uma questão de sorte.

Espero que 2008 seja um ano que me traga sorte.

Espero saber abraça-la.

 

ERVAS DANINHAS

Crescem-me ervas daninhas na memória.
A esperança é agora um soldado entrincheirado.

O que aí vem pode mudar toda uma vida.

Pode ser para melhorar e gritar liberdade.

A liberdade tem um preço.

Sinto medo do preço.

publicado por maluco q.b. às 23:51
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Beijaflor a 4 de Janeiro de 2008 às 00:19
Vamos sempre a tempo, de aprender, de recomeçar, de ousar...
Parar é que não!

Muito Boa sorte para 2008!
De Júlia a 14 de Janeiro de 2008 às 21:21
Não tenhas medo do que não conheces! Enfrenta o desconhecido como se de uma aventura se tratasse... e se por acaso, alguma coisa correr mal, olha! Aprendes-te mais alguma coisa!

Desejo-te um feliz 2008 e que encontres muitas coisa interessantes para fazer.

Bjs.
De Júlia a 14 de Janeiro de 2008 às 21:22
Se não te importas vou fazer um "copianço" da última parte do teu post. Pode ser? Pode?
De maluco q.b. a 15 de Janeiro de 2008 às 12:34
Obrigado pelas tuas palavras e alento. Assim estou a fazer e as coisas começam a tomar forma. Quanto ao copianço completamente à vontade, nem precisas de pedir.

Comentar post

mais sobre mim

HORAS DE DESCONTRAIR



tags

todas as tags

favorito

Sacudir a Terra

Empurre a vaca e ganhe as...

Grande Moral

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds