posts recentes

O PLANTEL MAIS CARO DE PO...

UMA FOTO DAS FÉRIAS

HISTÓRIA DE UM LETREIRO

CARANGUEJOS PORTUGUESES.....

Aprendam...

" SER FELIZ OU TER RAZÃO ...

INVESTIR NO ALZHEIMER?

A VIDA É CURTA

COMO EXPLICAR SEM OFENDER...

A IDADE NÃO PERDOA

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2009

Maio 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

DESESPERO

O que vou escrever, se não sei o que quero?

 

Estou naqueles dias em que estamos zangados com a vida, frustados, desiludidos e com noção exacta que o tempo passa e não voltará mais.

 

E isto é que me perturba.

 

Não estou preparado para envelhecer.

 

Não estou preparado para as oportunidades de hoje não poderem serem partilhadas por mim, porque um gajo quando entra na casa dos quarenta já é velho.

 

O mundo é cruel.

 

E há tanta gente por aí, se calhar a maior parte, que ainda não descobriu que vida é só esta.....

Mas estou assim, porque ontem fiquei sensibilizado. Com o quê?

 

Ouvi alguém dizer que a maior parte das pessoas olha com desprezo para os pobres e pedintes da rua, porque esses têm a coragem de se expor, de mostrar aos outros as suas agruras, desilusões e o quanto não foram capazes de construir uma vida segura que não os levasse até esse extremo.

 

E, muitos que olham com desprezo para esses desgraçados, gostariam de assumir as suas agruras, desilusões e quanto não foram capazes de alcançar a vida idealizada, mas não têm coragem de o assumir, quer junto da família, quer junto dos amigos....

 

Por isso os olham com desprezo! E eu também já olhei.

sinto-me:
publicado por maluco q.b. às 09:45
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

HORAS DE DESCONTRAIR



tags

todas as tags

favorito

Sacudir a Terra

Empurre a vaca e ganhe as...

Grande Moral

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds